Branding – Criação de marcas, Identidade Visual

Um professor da área de marketing de uma das mais bem-conceituadas universidades do mundo, a Harvard Business School, certa vez disse a seguinte frase: há quinze anos, a competição das empresas era marcada pelo preço. Hoje, pela qualidade dos seus produtos e serviços.  Amanhã, será no design.

E o que será que essa simples frase quer dizer?

A previsão do doutor em marketing, aos poucos, começa a se configurar como uma necessidade para as empresas atuais – independentemente do porte ou segmento em que atuam.

Isso porque o design tem muito a dizer sobre uma determinada instituição – na verdade, é graças a ele que notamos a identidade do negócio, os produtos ou serviços que ele oferece, e é claro, o tipo de público alvo que ele pretende atingir. E é neste sentido que entra o branding, que nada mais é do que uma atividade estratégica voltada para planejamento de conceptualização da sua marca.

O branding vai muito além da simples criação de um logotipo ou de uma identidade visual. Isso porque ele reflete diretamente na posição estratégica que a empresa quer assumir na mente e no coração do consumidor.

Sendo assim, como você quer ser lembrado por seus clientes?

Essa é a pergunta que deve ser realizada, em primeiro plano, para o empreendedor que busca construir – ou fortalecer – a presença de sua marca. Isso porque os esforços para criação do branding marketing ou branding design envolvem não só a criação da identidade visual da marca, mas sim, a criação de marca como um todo.

E trabalhar o branding da sua empresa é algo que demanda tempo e muita dedicação, afinal, ele deve refletir como um espelho as estratégias do seu negócio. Por isso, o branding deve ser como um espelho dos propósitos da marca, assim como de seus valores, visão, missões, personalidade, posicionamento, segmento de atuação e assim por diante.

Para que a marca verdadeiramente consiga se posicionar no mercado cada vez mais competitivo, tornando-se uma referência e destacando-se em relação à concorrência, é necessário atentar para três etapas do branding:

1. Público alvo – qual é o público que irá consumir os produtos e/ou serviços da sua marca? Essa etapa de pesquisa para definição de branding marketing deve ser realizada não só em pesquisas pela internet, como também por meio de uma análise completa de faixas etárias em geral, hábitos do consumidor, visualização de necessidades e assim por diante;

2. Posicionamento da marca – o posicionamento da sua marca deve estar diretamente atrelado à imagem que ela quer transmitir aos clientes. E é aqui que entra a comunicação visual, como por meio do logotipo e identidade visual como um todo;

3. Construção multissensorial – é aqui que a construção da sua marca irá efetivamente acontecer. Com um branding bem definido e estruturado é possível criar uma marca do zero ou até mesmo reestruturá-la.

E agora que você já sabe o que é branding e as principais etapas para sua construção, o que você ainda está esperando para apostar nele em sua empresa? Entre em contato conosco!

Você pode gostar disso