Diminuir o recebimento de spam

Os spams são e-mails enviados em massa e que não foram solicitados pelos usuários. Às vezes, também são chamados de UBE (Unsolicited Bulk E-mail) ou UCE (Unsolicited Commercial E-mail) por algumas mídias. “Até aqueles e-mails que nossas tias mandam com Power Point de paisagens e mensagens de autoajuda são considerados spam”, brinca Leonardo Kelmann, professor de e-mail marketing da Faculdade Impacta Tecnologia e CEO da E-mail Solutions.

Mesmo as pessoas que tomam cuidado para não cair em seus mailings, vez ou outra acabam recebendo e-mails indesejáveis. “Os spammers, normalmente, constroem suas bases com dados captados publicamente na internet ou roubados de bancos vulneráveis”, explica Thiago Rodrigues, coordenador de ativação, risco e controle de spam da All In Mail –plataforma de envio e gerenciamento de e-mail marketing.

Sabendo que 50% das mensagens enviadas diariamente são spams, de acordo com a empresa de soluções para segurança Symantec, descubra cinco dicas para diminuir o recebimento dessas ameaças.Não divulgue seu e-mail publicamente na internet. “Existem softwares de captação automática que associam como endereço basicamente tudo que tiver a fórmula ‘texto@texto.com’. Assim, você pode facilmente parar em alguma dessas listas”, diz Rodrigues.
Leia a política de privacidade do site antes de se cadastrar. “Existem empresas especializadas em criar portais para captação de mailing oferecendo em troca a possibilidade de participar de um sorteio de smartphone ou carro. Isso é conhecido como co-registro e pode ser evitado com a atenção do internauta”, explica Kelmann.
Não faça opt-in (autorização para recebimento de mensagens) em sites suspeitos. “Qualquer portal que garanta vantagens absurdas ou estranhas podem pegar seu e-mail para vendê-lo ou trocá-lo para o mercado spammer”, alerta o coordenador de ativação, risco e controle de spam da All In Mail.
Não clique ou faça opt-out (cancelamento do cadastro no mailing) em qualquer spam recebido. “Essa interação é facilmente identificada pelos spammers e, assim, acaba passando a informações mais importante para eles, a de que seu e-mail é válido e utilizado”, afirma Rodrigues.
Mantenha o seu antivírus e firewall atualizados. Isso é importante, pois boa parte dos spammers usam redes zumbis (computadores infectados com softwares maliciosos) para o envio das mensagens. Ao manter sua máquina protegida, você impede que ela faça parte dessas redes de spam.

Você pode gostar disso